ANA JOTTA

Sem título, 2004. Lápis em papel usado, 49 x 33 cm. Cortesia: Galeria Miguel Nabinho, Lisboa

ANA JOTTA

Lisboa, Portugal, 1946

Apresentado pela GALERIA MIGUEL NABINHO

Ana Jotta nasceu em Lisboa em 1946, onde reside e trabalha. Depois de estudar na Escola de Belas Artes de Lisboa e na École d’Arts Visuels de l’Abbeye de la Cambre, em Bruxelas, trabalhou como actriz e cenógrafa (1976-79) com a “Produções Teatrais” (Teatro Universitário, Lisboa). A partir dos anos 1980, Ana Jotta concentrou a sua actividade nas artes visuais e desde o início dos anos noventa tem sido uma presença regular nas principais feiras de arte e bienais (ARCO, Bruxelas, Joanesburgo, Barcelona, ​​etc.)
Ana Jotta desenvolveu o seu trabalho ao longo de uma série de descobertas que incorporam um certo tipo de apagamento: dos seus próprios passos anteriores; da ideologia modernista e das mitologias pós-modernas; e da noção de autoria – quer fosse a desconstruí-la ou a reconstruí-la, Ana tentou desmantelar a ideia de um estilo coerente ou unívoco. Através da economia de meios, o seu trabalho mostra um grande sentido de inteligência e esperteza. Com Ana Jotta, podemos sempre esperar o inesperado.