CARLA CABANAS

O que ficou do que foi – O Album Desconhecido, 2019. Intervenção sobre impressão a jacto de tinta, 110x110 cm. Courtesy: Carlos Carvalho Arte Contemporânea

CARLA CABANAS

Lisboa, Portugal, 1979

CARLOS CARVALHO – ARTE CONTEMPORÂNEA

O trabalho de Carla Cabanas é permeado por indagações sobre o modo como construímos a nossa própria identidade; como é que as experiências, mesmo as mais prosaicas, se inscrevem na trama da nossa existência ou como é que a memória consolida as nossas narrativas pessoais.
A série de trabalhos apresentada na Drawing Room Lisboa segue um esforço de dar visibilidade à memória privada que é afastada de uma visão institucionalizada da história e desenvolve algumas linhas de trabalho fundamentais para a artista: a exploração os limites do visível e a instabilidade da percepção e a imprecisão da memória que a artista exemplifica ao camuflar a imagem, criando uma nova, alterando ou apagando o conteúdo utilizando técnicas de raspagem, corte ou escavação da superfície da fotografia. A artista têm apresentado o seu trabalho amplamente no contexto nacional e também internacional em Espanha, Brasil, Argentina, São Tomé e Príncipe e China. O seu trabalho está presente em diversas coleções públicas e privadas incluindo a da PS Collection (Stanislas y Leticia Poniatowski), Novo Banco Photo, Lisboa, Coleção P.L.M.J.Lisbon, Coleção Fernando Ribeiro, Abrantes, Coleção Banque Privée Edmond de Rothschild Europe, Lisboa e Coleção Marín Gaspar, Alvito.