BEATRIZ BRUM

Lightbox III, 2019. Spray sobre acrílico em caixa de luz, 150x50 cm. Courtesy: Fonseca Macedo – Arte Contemporânea

BEATRIZ BRUM

Lagoa, Portugal, 1993

FONSECA MACEDO – ARTE CONTEMPORÂNEA

Beatriz Brum (Lagoa, Açores, 1993) desenvolve as suas obras sobre acetato ou superfícies de acrílico, centrando a sua pesquisa sobre a luz como matéria que, atravessando as obras, cria sobreposições de cores e reflexos.
No seu território geográfico, destaca as linhas de contorno das lagoas vulcânicas da ilha de São Miguel, onde vive.
A planura da superfície da água e a linha que a contém afastam-se do rigor da cartografia e apresentam uma expressão orgânica e poética. São, por isso, ovais as formas recorrentes dos seus trabalhos e o seu referente são as imagens da Google. Desenhando uma representação pessoal, acrescenta-lhe também uma seleção de cores quase fluorescentes, intensificadas pela apresentação em caixas de luz.
“Assim, a natureza limpa e asséptica das suas obras resulta de um posicionamento do seu trabalho numa denominada arte pós-internet, partilhada por uma geração da imagem na era do ecrã, …”, como afirmou Luísa Cardoso em “Cosmografias, a história e outras cores”.